VISAO MISAO OBJECTIVO SPORTIMOR FH KKN HOME FH LPV ARTIGOS FH MUZIKA LIA MENON FH RESPONDE

terça-feira, 18 de março de 2014

Universidades de Coimbra e de Timor-Leste reforçam parceria

Terça, 18 de Março de 2014
por Acabra.Net

Na cerimónia que decorreu na Sala do Senado esteve também presente o vice-ministro da Educação de Timor-Leste, Virgilio Simith. Foto por Rafaela Carvalho
Os mestrados de Direito e Ensino da Língua Portuguesa na Universidade Nacional de Timor-Leste vão ser coordenados pela Universidade de Coimbra. De futuro a parceria vai se estender a outras áreas como a História e Geografia. Por João Martins

Os reitores da Universidade de Coimbra (UC) e da Universidade Nacional de Timor-Leste assinaram ontem, 17, dois protocolos que visam a coordenação de cursos de mestrados em Direito e em Ensino em Língua Portuguesa por parte da UC.

A formalização desde acordo, no fundo, traduz-se num “reforço da parceria” que já vem a ser desenvolvida desde 2011, segundo o vice-reitor da UC para as relações internacionais, Joaquim Ramos de Carvalho. De facto já existia uma colaboração com o mestrado em Língua e Linguística Portuguesa, que agora evoluiu no sentido de formar professores para o ensino de português com a coordenação do mestrado em Língua Portuguesa.

Para o vice-reitor, este novo acordo é um sinal de que a colaboração está a “correr bem” e que ambas as partes “têm vontade de continuar a trabalhar pelo desenvolvimento do Ensino Superior em Timor-Leste”. No que diz respeito ao mestrado em Direito, o curso conta com a colaboração de outras universidades portuguesas, contudo a sua coordenação administrativa é feita pela UC.

O objetivo desta estratégia conjunta, de acordo com Ramos de Carvalho, é “deslocar recursos humanos” com o objetivo de proporcionar o “arranque” dos novos docentes para as atividades letivas.

O vice-reitor considera que este protocolo, para além de reforçar os laços entre as duas instituições, vem também consolidar a “difusão da cultura académica portuguesa no mundo”. Ramos de Carvalho acrescenta que a UC está “consciente das responsabilidades” e está “virada estrategicamente para não deixar simplesmente à História este papel de instituição de referência do mundo português”.


Na cerimónia que decorreu na Sala do Senado esteve também presente o vice-ministro da Educação de Timor-Leste, Virgilio Simith, que, segundo Joaquim Ramos Carvalho, veio expressar o seu interesse em que a colaboração se estendesse às áreas de História e Geografia. O vice-reitor adianta que vai ser assinado uma terceira vertente do acordo para a “formação de professores e desenvolvimento do currículo de História no ensino secundário”.

http://acabra.net
http://acabra.net/artigos/universidades-de-coimbra-e-de-timor-leste-reforam-parceria

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.