VISAO MISAO OBJECTIVO HAKSESUK BOLA FH KKN HOME FH LPV ARTIGOS FH MUZIKA LIA MENON FH RESPONDE

 
 
   

sábado, 4 de dezembro de 2010

Timor-Leste e Nossa Senhora da Conceição

No próximo dia 8 de Dezembro celebra-se no mundo católico a Festa da Imaculada Conceição. E a história religiosa de Timor-Leste, pelo menos, desde o segundo quartel do século XIX, está muito ligada à protecção de Nossa Senhora da Conceição.

De facto, em 1877, quando as Missões católicas de Timor foram agregadas à Diocese de Macau, o bispo de então, Dom Manuel Bernardo Sousa Enes, determinou que a partir daquela data, o selo que o Superior e Vigário Geral das Missões de Timor ia usar na correspondência oficial, deveria ter a efígie de Nossa Senhora Imaculada com a legenda: “Missões da Imaculada”.

Além disso, Nossa da Conceição é Padroeira da Diocese de Dili e de algumas igrejas de Timor-Leste: a Sé catedral de Dili; igreja de Balide (na Diocese de Dili), igreja de Bobonaro, na Diocese de Maliana; Igreja de Viqueque, na Diocese de Baucau, igreja de Bucoli (Diocese de Baucau). Desde a sua fundação, nos inícios do século XX, o Colégio feminino de Soibada, chamava-se “Colégio da Imaculada Conceição”.

A Imaculada Conceição diz-nos que Maria, a Mãe de Jesus, desde a sua Conceição, jamais teve pecado.

Desde a Idade Média que os cristãos se habituaram a celebrar a Conceição de Maria saudando-a como a Toda Pura (Tota Pulcra), isto é, sem pecado original. Esta festa espalhou-se no Ocidente. Os teólogos discutiram este assunto. Foi um deles, o franciscano Duns Escoto, quem mais insistiu no facto de que Maria, por estar destinada para ser mãe do Filho de Deus, foi preservada desde o nascimento de todo o pecado.

Os papas apoiaram esta tese e a fé do povo de Deus confirmou-a. Em 8 de Dezembro de 1854, durante uma solene celebração onde estavam presentes bispos de todo o mundo, e na presença de 54 cardeais, 42 arcebispos, 100 bispos e 300 prelados inferiores, o Papa, Pio IX leu o decreto que definia a verdade da Imaculada Conceição: “ A bem-aventurada Virgem Maria foi, no primeiro instante da sua Conceição, por uma graça e favor singular de Deus omnipotente, em previsão dos méritos de Jesus Cristo, Salvador do género humano, preservada intacta de toda a mancha do pecado original” (DS 2803).

Hoje, em Dili, existem três monumentos importantes: o monumento da Imaculada Conceição, em Lecidere: o monumento de Cristo Rei, em Fatucama, e o monumento do papa João Paulo II, em Tibar.

Falemos do monumento da Imaculada Conceição em Lecidere. Em 1953, visitava o território de Timor Português a imagem da Virgem de Fátima, Virgem Peregrina. Para as celebrações em Dili, foi construído no largo de Lecidere, sobre a baía e junto do Paço Episcopal, um monumento - altar em que se realizaram todas as cerimónias. Obras posteriores, levadas a efeito nesse sítio, aconselhara a demolição do altar. Mas, muita gente manifestou o desejo que naquele lugar ficasse um monumento a assinalar condignamente a passagem de Da Virgem Peregrina por Timor, o Ano Mariano. A ideia da construção do monumento teve apoio do Governador da província de Timor, capitão Serpa Rosa, do Administrador do Concelho de Dili, sr. Manuel Dias Peão. A planta foi idealizada pelo chefe das Obras Públicas, Cadastro e Agrimensura, capitão de Engenharia, Alberto Simões. As obras começaram em 1954, e o monumento foi inaugurado em 1956.

O Largo de Lecidere tornou-se centro de celebrações e de orações. Em 11 de Outubro de 1962, foi ali celebrada a missa pelo Governador do Bispado, Pe. Jorge Barros Duarte, por ocasião da abertura do Concílio Vaticano II. Todos os anos, no dia 13 de Outubro, as procissões com a imagem a Imagem da Virgem, tinham o seu termo em Lecidere. Em 1988, foi ali ordenado o Bispo Carlos Filipe e, em 200,4 teve ali lugar a ordenação episcopal do actual bispo de Dili, Dom Alberto Ricardo da Silva.

No tempo da ocupação indonésia, todas as tardes, um grupo de pessoas ia rezar o terço no Largo de Lecidere, pedindo a paz para Timor Timur. A saudosa Madre Margarida Soares (FdcC) era alma dessa iniciativa. Hoje, Nossa Senhora da Conceição continua a interceder pelo bem - estar dos Timorenses. E seria bom repetir sempre:” Ó Maria concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a Vós!”

Porto 1 de Dezembro de 2010.
Dom Carlos Filipe Ximenes Belo

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.