VISAO MISAO OBJECTIVO HAKSESUK BOLA FH KKN HOME FH LPV ARTIGOS FH MUZIKA LIA MENON FH RESPONDE

 
 
   

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Algumas Reflexoes Sobre Timor-Leste - Cuba e Estados Unidos da America 2010

Samoro-Maliya´in

Desde a nossa partida de viagem para uma luta prolongada e desequilibrada durante 24 anos de busca pela libertação do país e agora alcançamos o nosso sonho, o sonho que está crescendo em cima dos cadáveres dos Heróis espalhados em todo o território desde Oecussi a Tutuala, desde a ilha de Jaco a Atauro que na época das lágrimas de chuva se confundem com o cheiro das cinzas da terra e se confundem com os toques de gotinhas suaves e frias do orvalho quando caminhamos com ansiosos passos entre as belezas da natureza das montanhas, nas lendas e nos valeis de silêncio dos Defuntos, duma noite cheia de luar e cheia de esperança para um futuro melhor.

Após a nossa partida hoje aterramos no nosso destino, o destino da libertação do povo nesta atmosfera de independência que oferece oportunidades para desenvolver, para conquistar, para desafiar, para solucionar e para alcançar o sonho dos Heróis que estão em cima dos ombros de cada um de nós as gerações do Bei Lafaek que podem resistir na água e podem abraçar a terra com a iluminação dos raios do sol que dá a energia e com o próprio ar que dá a vida.

A nossa libertação não ganhamos com a guerra! A guerra naquele momento e´ uma arte para conquistar o inimigo na busca de ser amigo para libertar o país e o povo. As reflexões profundas e o silêncio num tempo isolado justificaram o mesmo que os nossos libertadores são os Heróis que utilizaram o poder de Deus onipotente via a força misteriosa do ar, da terra, da energia e da água para vencerem a energia negativa dos inimigos a fim de serem humanos e amigos em reconhecerem o direito dum povo que está vivo e sobrevive nas costas do Bei Lafaek (Bisavô crocodilo).

Agora estamos com a identidade soberana e digna reconhecida como República Democrática de Timor- Leste. O novo país no novo milênio e reconhecido moralmente como um dos países no sudeste da Ásia e da Oceania que geograficamente é pequeno, mas é valente e corajoso ao abraçar todas as diferenças de cultura e de ideologia neste planeta para o bem comum.

Em referência ao mesmo reconhecimento moral sobre Timor-Leste e perante a presença plena dos membros da Assembléia Nacional do Poder Popular, do Partido Comunista, do Comitê Central, do Governo, do Corpo Diplomático, das Organizações Internacionais, da Mídia nacional e internacional e dos altos oficiais do Estado durante a abertura da primeira sessão extraordinária da 7ma Legislatura da Assembléia Nacional do Poder Popular da República de Cuba no dia 7 de Agosto de 2010 em Havana o Comandante Fidel Castro Ruz na sua intervenção chamou a atenção dizendo ¨se acontecer a guerra nuclear provocada pelo Governo Norte Americano e o Irã iremos sofrer grandes conseqüências! O único país que não afeta diretamente é a ilha de Timor-Leste que está situada entre a Ásia , Oceania e o Pacifico e o único país que não tem inimigos com nenhum país do mundo. Assim todos os membros da Brigada médica e da Brigada de professores cubanos que estão nas suas missões em Timor-Leste estão seguros de sobreviverem com tranqüilidade, paz e harmonia.

As preocupações da comunidade internacional para resolver a questão das provocações de uma guerra nuclear entre a Ámerica e o Irã (2010), incluindo as alterações climáticas com as suas consequencias, a redução da pobreza, a crise econômica e financeira, o gênero e a igualdade, o HIV, a Segurança Regional, o Desenvolvimento físico, a Democracia e os Direitos humanos são questões globais que diretamente afeta também Cuba e Timor-Leste.

Aparte destas questões globais nós estamos preocupados com a busca de soluções humanas e pacíficas sobre a questão de Cuba e dos Estados Unidos da América nomeadamente com as conseqüências do Bloqueio Econômico, Comercial e Financeiro que o Governo Norte Americano impôs a Cuba desde 1961 a 2010. A fórmula antiga entre ambos os países não resulta qualquer solução viável, visto que o Bloqueio dura mais de 50 anos de revolução em Cuba. A duração do Bloqueio contra Cuba rompeu a antítese de que Cuba necessita de mudanças corajosas com a condição de melhorar a situação e a condição do país socialmente, economicamente e politicamente e de estabelecer um novo sistema de transformação do regime comunista e de manter a mesma ideologia liderada pelos líderes socialistas democráticos. Como país membro da Comunidade do Caribe (CARICOM), da ALBA e da União dos Países da América do Sul (UNASUR) e de outras organizações relevantes da América Latina e do Caribe incluindo como pais membro das Nações Unidas, Cuba deverá abrir a porta para o Diálogo entre CUBA – 187 países - Estados Unidos da América a fim de atingir uma nova política mais viável para Cuba. A posição do silêncio e passivo dos países vizinhos do Caribe durante 52 anos sobre a questão do Bloqueio a Cuba significou a fragilidade dos países da America Latina e do Caribe principalmente na questão da unidade regional.

Desejamos de que Com a nova política e a nova página de Cuba, podemos garantir a nova era onde o incremento do volume de visitas (turistas) principalmente provenientes dos Estados Unidos da América para visitar a ilha e iniciar o intercâmbio cultural e o comércio entre ambos os países poderá melhorar a situação econômica, social e política de Cuba.

A chave está nas mãos do regime de Cuba e do Governo Norte Americano para abrirem duas portas vitais na perspectiva do melhoramento da situação da segurança e da estabilidade social, econômica e política da região Latina e do Caribe a fim de competir com a mercadoria da Ásia e da Oceania, da Europa, da África, da Austrália e etc.

Com o sentido de cooperação regional América deverá mostrar a coragem de abraçar Cuba como o futuro parceiro regional e vizinho sem intervir nas questões internas de Cuba. Cuba também sem dúvidas deverá mostrar a coragem socialista de reconhecer a América e todas as regiões Latinas e Caribenhas como futuro de Cuba. Regionalmente o futuro de Cuba não é a Rússia, não á a China, não é o Vietnã, não é a Coréia do Norte, não é o Mianmar e Cambo dia. A América é o futuro de Cuba e Cuba é o futuro parceiro da América.

Existe o fenômeno de origem natural de que a preocupação recente do regime comunista de Cuba não é reivindicar ou insercar a Comunidade Internacional para terminar imediatamente com o Bloqueio sem preparar as condições.

A preocupação mais vital e natural do Partido Comunista é a busca da defesa, da forma de defesa, o modelo da defesa sobrevivente para proteger e preservar a ideologia socialista e comunista de Cuba na era duma Cuba aberta durante a viagem da mesma carruagem da globalização.

A terminação imediata do Bloqueio pelo Governo Norte Americano é uma ameaça para a existência e a sobrevivência da ideologia comunista em que o próprio povo cubano também recentemente análise profundamente com as próprias capacidades intelectuais, acadêmicas e políticas para ser reais com a nova era global onde descobriram que o sofrimento durante mais de cinco décadas é uma antítese para revisar e discutir a fim de estabelecer a nova tese e síntese da nova política mais viável e vital para Cuba como um povo e uma nação.

Temos a esperança de que a mudança é o fator do tempo entre Cuba e os Estados Unidos da América. Mudar o sistema necessita de criar as novas condições a fim de não criar novos problemas para Cuba e os Estados Unidos da América na busca das resoluções do Bloqueio Econômico, Comercial e Financeiro a Cuba pelos Estados Unidos da América entre 1961 a 2010.

Por outra parte deixar Cuba com a mesma forma por Governo Norte Americano significa uma justificação de dar mais importâncias e espaços aos países competidores para expressar a política de ante America nas próprias regiões das Américas ao longo mais de cinco décadas nesta viagem da mesma carruagem de globalização.

Por isso DIALOGO e´ a forma mais humano e Civilizado como um povo e uma nação valente para terminar o bloqueio periodicamente a fim de alcançar os interesses mutua entre ambos os países. A Comunidade Internacional podem referir-se aos países que tem grandes experiências DIALOGO no mundo para ser Mediadores da Verdade, da Paz e da Reconciliação humano e da Política! Assim, Cuba necessita de uma política corajosa de forma táctica e estratégica e pro ativa com a atmosfera de reconciliação nas suas perspectivas! Temos a convicção moral de que isto vai acontecer! Um abraço forte por Cuba, um acto de confiança aos Estados Unidos da America! FINAL.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.