VISAO MISAO OBJECTIVO HAKSESUK BOLA FH KKN HOME FH LPV ARTIGOS FH MUZIKA LIA MENON FH RESPONDE
Bloku Unidade Popular Associação Popular Monarquia Timorense Kmanek Haburas Unidade Nasional Timor Oan Partido Esperança da Pátria Partido Socialista de Timor Partido Desenvolvimento Popular Congresso Nacional para a Reconstrução de Timor-Leste Partido Republicano União Democrática Timorense Partido Democrata Cristão Partidu Movimento Libertasaun Povu Maubere Partidu Libertasaun Popular Partido Democratico União Nacional Democrática de Resistência Timorense Partido Unidade Desenvolvimento Democrático Partido Timorense Democratico Frenti-Mudança Partido Social Democrata Centro Ação Social Democrata Timorense Partido do Desenvolvimento Nacional Frente Revolucionaria de Timor-Leste Independente
NICOLAU LOBATO
“O povo de Timor-Leste está reconstruindo com o seu próprio suor, com o seu próprio sangue uma pátria revolucionaria democrática, uma terra livre para gente livre”.

Espelho da Realidade
A Esperança Nunca Morre
TIMOR-LESTE



Interview with Fernando Lasama de Araujo: On the road to democracy, where the streets have no name
UKUN HAMUTUK?
Sorumutu "Meja Bo'ot" nakonu ho "bua-malus". Sei lo'ok ba malu hela hodi mama hamutuk.
Fretilin
Fretilin - CNRT
Fretilin - PLP
Fretilin - PD
Fretilin - KHUNTO

 
 
   

quinta-feira, 8 de julho de 2010

CENTRO PROCESSAMENTO DE REFUGIADOS E ASILOS EM TIMOR-LESTE

Caros Irmãos e Compatriotas timorenses,

Surgiu novo assunto importante e urgente para ser o tema da discussão no âmbito de interesse nacional.

É que a Primeira-Ministra Julia Gillard da Austrália recentemente abordou ao Presidente da República José Ramos-Horta, a sua intenção de abrir um “centro de processamento” dos refugiados/asilos politicos da Austrália no território de Timor-Leste.

Acham tem alguma graça ? Tem alguma lógica ? Tem algum cabimento nas cabeças de nós os timorenses ?

Afinal o que é o Timor-Leste ?

É um contentor de lixo ?

É um centro de saneamento político ?

É um curral de vacas-leiteiras ?

É um laboratório para lavagem de cérebros ?

E as consequências...( ? ? ? )

Caros Irmãos e Compatriotas,

Leiam, analisem e tirem as conclusões dos e pelos vossos próprios sensos !!!

Leiam os debates mais abaixo Inglês e Português :

Pela impressão o PR está a pesar no YES.

E Vocês ?

A Luta Continua !

Victor Tavares

 

ALEXANDRA KIRK: The Prime Minister still hasn't spoken to her counterpart Xanana Gusmao. 

JULIA GILLARD: Obviously the President of East Timor indicated a preparedness to have the conversation. I'll speak to the Prime Minister of East Timor during the course of this week about the preparedness to have the conversation. 

ALEXANDRA KIRK: Tony Abbott says it's a big faux pas.

TONY ABBOT: The Prime Minister should have known that if you wanted to do a deal with East Timor, you have to do it with the government and not just with the President. And look, for all of Kevin Rudd's faults, at least he knew something about foreign policy, which plainly the new Prime Minister doesn't. 

ALEXANDRA KIRK: Simon Crean sprung to his leader's defence.

SIMON CREAN: The advice to us was that the initiation for this had to be through the President. That's what we've done. Let's wait and see how it develops rather than assume it's going to unravel. 

ALEXANDRA KIRK: Julia Gillard's keen to hammer home border protection.

JULIA GILLARD: I don't think anybody would dispute the expertise of President Ramos-Horta in all things East Timorese. The man's devoted his life to ensuring that country enjoyed freedom and democracy and he said that he believes it's appropriate to have the conversation.

ALEXANDRA KIRK: But the Opposition Leader's locked on to another target.

TONY ABBOTT: They thought they could make the Kevin Rudd the scapegoat for their incompetence but we are already seeing new and striking examples of incompetence under Julia Gillard. 

ALEXANDRA KIRK: The Prime Minister insists her East Timor solution is on the way to being realised.

JULIA GILLARD: There have been suggestions in the past about a regional processing centre. What's new is my determination to achieve this. What's new is my determination to relentlessly pursue it. 

TONY ABBOTT: Frankly, we have amateurs running the Australian Government. A Prime Minister who makes what purports to be a major announcement depending upon the agreement of a foreign government before she's even got that agreement, before she's even properly consulted with that government, is a Prime Minister who doesn't really know what she's doing. It's as simple as that. 

ALEXANDRA KIRK: The Greens leader Bob Brown is exasperated by all the talk of asylum seekers. For him it's a case of a pox on both your houses. First, Julia Gillard.

BOB BROWN: I frankly think it's pretty appalling that the leader of the richest nation in our region, Australia, is asking the leaders of the poorest nation in our region, East Timor, to take the burden of processing asylum seekers in our region. 

ALEXANDRA KIRK: Senator Brown objects to Tony Abbott's description of asylum seekers who arrive by boat as a peaceful invasion, saying the comments are xenophobic and bigoted.

BOB BROWN: You sometimes think that Pauline Hanson hasn't gone at all. She's alive and well and she's moved up the power base. She's just not there physically. She's there in spirit. 

That's a very tough thing to say but this is the reality of this debate that's taking place in the run to this election.

 

LEXANDRA KIRK: O primeiro-ministro ainda não conversou com seu homólogo Xanana Gusmão.

Julia Gillard: Obviamente, o Presidente do Timor Leste indicaram uma preparação para ter a conversa. Eu vou falar com o Primeiro-Ministro de Timor Leste durante o curso desta semana sobre a preparação para ter a conversa.

 ALEXANDRA KIRK: Tony Abbott diz que é um grande faux pas.

TONY Abade: O primeiro-ministro devia ter sabido que se você quisesse fazer um acordo com Timor Leste, você tem que fazer isso com o governo e não apenas com o presidente. E, olha para todos os defeitos de Kevin Rudd, pelo menos ele sabia alguma coisa sobre política externa, que claramente o novo primeiro-ministro não.

 ALEXANDRA KIRK: Simon Crean saltaram para a defesa de seu líder.

Simon Crean: O conselho para nós foi que o início para isso tinha de ser feito através do Presidente. Isso é o que nós fizemos. Vamos esperar e ver como ele se desenvolve ao invés de assumir que vai desvendar.

ALEXANDRA KIRK: Julia Gillard afiados para a protecção das fronteiras martelo casa.

Julia Gillard: Eu não acho que ninguém iria contestar a competência do Presidente Ramos-Horta em Timor-Leste todas as coisas. O homem dedicou sua vida para garantir que país gozava de liberdade e democracia e ele disse que acredita que é adequado ter a conversa.

 ALEXANDRA KIRK: Mas o líder da oposição bloqueado para outro alvo.

Tony Abbott: Eles pensaram que poderiam fazer o Kevin Rudd, o bode expiatório de sua incompetência, mas nós já estamos vendo exemplos de novas e surpreendentes de incompetência sob Julia Gillard.

ALEXANDRA KIRK: O primeiro-ministro insiste que sua solução de Timor Leste está a caminho de ser realizado.

Julia Gillard: Houve sugestões no passado sobre um centro de processamento regional. A novidade é a minha determinação para alcançar esse objectivo. A novidade é a minha determinação de acossar-lo.

Tony Abbott: Francamente, temos amadores executando o governo australiano. Um primeiro-ministro que faz aquilo que pretende ser um grande anúncio, dependendo do acordo de um governo estrangeiro antes de ela ainda tem que acordo, antes que ela mesmo devidamente consultado com o governo, é um Primeiro-Ministro que não sabe realmente o que está fazendo. É tão simples como isso.

ALEXANDRA KIRK: O líder dos Verdes, Bob Brown está exasperado com toda a conversa dos requerentes de asilo. Para ele, é um caso de varíola em ambas as vossas casas. Julia Gillard primeiro.

BOB BROWN: Eu sinceramente acho que é bastante lamentável que o líder da nação mais rica em nossa região, na Austrália, está pedindo que os líderes da nação mais pobre da nossa região, Timor Leste, para levar a carga de processamento dos requerentes de asilo em nossa região.

ALEXANDRA KIRK: objetos senador Brown a descrição de Tony Abbott dos requerentes de asilo que chegam de barco a uma invasão pacífica, dizendo que os comentários são xenófobos e intolerantes.

BOB BROWN: Você às vezes pensa que Pauline Hanson não tem ido a todos. Ela está viva e bem e ela é movida a base de poder. Ela simplesmente não existe fisicamente. Ela está lá em espírito.

Isso é uma coisa muito difícil de dizer, mas esta é a realidade deste debate que está acontecendo na corrida a esta eleição.

 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.