VISAO MISAO OBJECTIVO HAKSESUK BOLA FH KKN HOME FH LPV ARTIGOS FH MUZIKA LIA MENON FH RESPONDE
Bloku Unidade Popular Associação Popular Monarquia Timorense Kmanek Haburas Unidade Nasional Timor Oan Partido Esperança da Pátria Partido Socialista de Timor Partido Desenvolvimento Popular Congresso Nacional para a Reconstrução de Timor-Leste Partido Republicano União Democrática Timorense Partido Democrata Cristão Partidu Movimento Libertasaun Povu Maubere Partidu Libertasaun Popular Partido Democratico União Nacional Democrática de Resistência Timorense Partido Unidade Desenvolvimento Democrático Partido Timorense Democratico Frenti-Mudança Partido Social Democrata Centro Ação Social Democrata Timorense Partido do Desenvolvimento Nacional Frente Revolucionaria de Timor-Leste Independente
“O povo de Timor-Leste está reconstruindo com o seu próprio suor, com o seu próprio sangue uma pátria revolucionaria democrática, uma terra livre para gente livre”.

I N T E R F E T
15 Setembro 1999
O Conselho de Segurança da ONU aprova a Resolução n° 1264,
que autoriza a criação de uma força internacional para Timor-Leste (INTERFET)
TIMOR-LESTE



Interview with Fernando Lasama de Araujo: On the road to democracy, where the streets have no name
Dezenvolvimentu Nasional presija iha Programa nebeé Programátiku
Reasun Oposisaun ba Programa VII gov
Primeiro-ministro timorense não entende críticas a programas..
Oposição exige explicações ao Gov sobre justiça e reforma adm..
Xanana Gusmão quer "ganhar experiência" como oposição..
Governo quer duplicar receitas domésticas com IVA e impostos tabaco...
Masuk Indonesia Tanpa Paspor, 2 Warga Timor Leste Diamankan Polisi
Opozisaun Rejeita, Programa VII Governu, Alkatiri: “Hau Prontu...”
Timor "satisfeito" novo acordo que regula fronteira com Austrália
Comissão confirma acordo entre Timor-Leste e Austrália

 
 
   

segunda-feira, 12 de julho de 2010

PARLAMENTO NACIONAL REJEITOU POR UNANIMIDADE O PLANO DE JULIA GILLARD

ENGLISH

  • East Timor parliament rejects Australian refugee plan

    Asylum seekers to Australia come primarily from Sri Lanka and Afghanistan

    East Timor's parliament has unanimously rejected a proposal by Australia's new prime minister that the tiny country host a refugee processing centre.

    All 34 lawmakers voted against Julia Gillard's plan for a centre that would assess the claims of asylum seekers who set out for Australia by boat.

    East Timor's president has said he is open to negotiation, but the decision-making power rests with the government.

    Australia currently processes refugees on Christmas Island.

    However, the detention centre in the Indian Ocean is overcrowded and many asylum seekers have been moved to the mainland while their applications are assessed.

    'Very unlikely'

    The overwhelming rejection of the so-called East Timor Solution is a huge setback to Julia Gillard's plan.

    East Timor's President Jose Ramos-Horta has said he is open to the idea as long as it is a temporary stop for people before they are resettled in other countries.

    However, his role is largely ceremonial. East Timor's Deputy Prime Minister Jose Luis Guterres recently said his country was "very unlikely" to accept the idea.

    He suggested Australia had the capacity to deal with its asylum seeker issues internally, or by boosting aid to countries where the refugees come from, primarily Sri Lanka and Afghanistan.

    Meanwhile, Ms Gillard appears to have backed away from naming East Timor as the location for such a centre - suggesting she had been misunderstood or misquoted in an earlier speech.

    A location for such a centre would only emerge from talks with regional neighbours, she said in an interview on national radio last week.

    Treatment of asylum seekers is a contentious issue in Australia, and the debate about border protection comes ahead of elections in Australia, expected this year.
PORTUGUÊS

  • Timor Leste, Parlamento Nacional rejeita o plano da Austrália para refugiados

    Os requerentes de asilo à Austrália vêm principalmente do Sri Lanka e Afeganistão

    Parlamento Nacional de Timor Leste, por unanimidade, rejeitou uma proposta do novo Primeiro Ministro da Austrália, propondo ao minúsculo país de acolhimento de um centro de processamento de refugiados.

    Todos os 34 parlamentares presentes na sessão de ontem votaram contra o plano de Julia Gillard para um centro que iria avaliar os pedidos dos requerentes de asilo que partiu para a Austrália por barco.

    Presidente da República de Timor Leste, disse que está aberto à negociação, mas o poder de decisão cabe ao governo.

    Austrália processa atualmente refugiado na Ilha Christmas. No entanto, o centro de detenção no Oceano Índico, está superlotado e requerentes de asilo, muitos foram transferidos para o continente, enquanto os seus pedidos são avaliados.

    "Muito pouco provável"

    A esmagadora rejeição do chamado Timor Leste Solution é um revés enorme para planejar Julia Gillard's.

    Presidente de Timor Leste, José Ramos-Horta disse que está aberto à idéia, enquanto é uma parada temporária para as pessoas antes de serem recolocados em outros países.

    No entanto, seu papel é em grande medida cerimonial. O Vice Primeiro-Ministro Jose Luis Guterres, disse recentemente que seu país "muito improvável" a aceitar a ideia.

    Ele sugeriu que a Austrália tem a capacidade de lidar com seus problemas internamente requerente de asilo, ou através do reforço da ajuda aos países onde os refugiados provenientes, principalmente no Sri Lanka e Afeganistão.

    Entretanto, a Sra. Gillard parece ter se afastou da nomeação Timor Leste como a localização de um centro deste tipo - sugerindo que ela tinha sido mal interpretado ou mal citado em algum discurso anterior.

    A localização de um centro deste tipo só surgem a partir de conversas com os vizinhos regionais, disse ela em entrevista à rádio nacional na semana passada.

    Tratamento dos requerentes de asilo é uma questão polêmica na Austrália, e no debate sobre a protecção das fronteiras vem antes das eleições na Austrália, prevista para este ano.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.