VISAO MISAO OBJECTIVO HAKSESUK BOLA FH KKN HOME FH LPV ARTIGOS FH MUZIKA LIA MENON FH RESPONDE
 

segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

Karta husi Maun Bot Kay Rala Xanana ba Dr. Mari Alkatiri

Karta husi Maun Bot Kay Rala Xanana ba Dr. Mari Alkatiri

X
A
N
A
N
A
Dili, 20-8-2017

Compadre e Irmão, Mari Alkatiri

XANANA & MARI
Vou partir, no dia 22, para Kopenhagen, como já sabes. Agradeço, do mais profundo de mim e sinceramente, o apoio que conseguiste de outros partidos para esta nobre missão de servir o País. Vou cumprir com as minhas obrigações, para dar valor e sentido a esta confiança política.

Entretanto e não querendo perturbar-te neste ‘difícil’ momento de decisões, pensei que é um dever da minha parte fazer-te lembrar das minhas ‘recomendações’, expostas na carta que eu te enderecei.

Se pudesses conservar o MPIE, vai-te ajudar imenso a prestares maior atenção a outras áreas de governação, que irão exigir-te permanente atenção e orientação.

Claro que o MPIE responderá ao Chefe do Governo; quinzenalmente, se a Orgânica do Governo decidir por tal. Poderás, inclusivè, presidir as reuniões, de mês a mês, bi ou trimensalmente, para melhor ‘entenderes’ a dinâmica das actividades.

Podem as pessoas falar de tudo... mas a ADN tem feito o melhor e vais notar isso, quando te apresentarem os esforços que eles têm desenvolvido no sentido de correcções, que temos vindo a fazer! Podem também dizer tudo, mas garanto-te que o Director Samuel Marçal é um homem íntegro e cheio de responsabilidade! Tivemos muitas experiências, muita dor de cabeça... causada, algumas vezes, até por deputados da Fretilin, que iam para lá gritar, ameaçar e insultar, para não falarmos já das queixinhas de empresários à CAC, sem nenhuma razão e sòmente porque querem que o dinheiro que põe no BOQ é que tem que ser aprovado...tal e qual! A ADN tem-se portado magnificamente e podes contar com eles!

Estares, como Chefe de Governo, a abarcar toda a complexidade deste trabalho do MPIE, vai-te dificultar no desempenho das tuas obrigações de Chefia do Governo.

As Obras Públicas são, muito sinceramente, um desastre! Foi difícil, nestes dez anos, incutir nos directores uma melhor ética e um maior sentido de profissionalismo! Um Ministério que, confesso, foi e continua a ser muito difícil de gerir! Criei a ADN, por causa da ineficiência das OP!

O problema que te estou a colocar, – e vais senti-lo, como já te apercebeste em Oé-Cusse, com relação aos chamados ‘empresários nacionais/locais’ –, exige alguém que já tenha experiencia em lidar com isso tudo. Se colocares alguém que não tenha demonstrado ainda uma capacidade integral de gestão desses factores ou sectores, que estão integrados no MPIE, só te vai causar dores de cabeça!

Por isso, eu proporia o Gastão para pegar na pasta do MPIE, a fim de, efectivamente, aliviar o peso das tuas preocupações.

No MPIE, estamos (ainda na fase inicial) a compilar todos os dados sobre o territorio nacional, na sua superficie e no sub-solo, através de fotos aéreas, agora sob a responsabilidade do Pedro Lay.

O terceiro assunto é sobre o cabo submarino para as telecomunicações. O Pedro Lay, no MPIE, responsabilizou-se por todo este processo. O Pedro é uma pessoa muito honesta e com profundo sentido de defesa dos interesses nacionais.

Quando tiver passado este tempo de concertação, que te está a ocupar, acho que é bom que chames o Pedro Lay para te pôr ao corrente do processo. Ou, se achares mais conveniente, depois da formação do novo Governo – mas é absolutamente necessário porque terás que considerar o projecto no Orçamento Geral do Estado. Vais-me dar razão quando tiveres já um conhecimento integral de todo o processo.

Eu não estou a fazer ‘recomendações’; estou apenas, pelo meu conhecimento dos nossos recursos humanos, sugerir-te (e, por favor, não consideres isso como alguma pressão) alguns nomes, desde que necessites. Tenhas a certeza absoluta: não levarei a mal, se não vieres a considerar!

A Santina (não é do CNRT) é uma técnica muito competente, que pode ajudar/assessorar o/a teu/tua Ministro/a das Finanças.

O Cirilo (não é do CNRT) é um jovem com grande sentido de responsabilidade e pode ser de grande apoio no Min. Defesa.

A Isabel Guterres (não é do CNRT) é uma mulher sóbria, paciente e dedicada e, não sendo uma pessoa envolvida em política, está mais capaz de equilibrar.

A Dulce Soares (é do CNRT) poderia ajudar a assegurar a continuidade do programa da Língua materna, que está a provar ser muito eficiente.

Estou-te a escrever só para abrir umas possiveis opções, caso venhas a necessitar para sair de impasses.

Força, irmão, nesse enorme esforço que estar a ser exigido de ti... nesta fase final de ‘concertações políticas’.

Não te vou pedir para rezares por mim, porque eu sei que não sabes fazer... mas, da minha parte, conta com todo o meu apoio, desejando-te sucessos!

Um abraço irmão,

Kay Rala Xanana Gusmão

Fonte CNRT Media Center 
https://www.facebook.com/CNRTMediaCenter/videos/375976176181748/

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.