VISAO MISAO OBJECTIVO SPORTIMOR FH KKN HOME FH LPV ARTIGOS FH MUZIKA LIA MENON FH RESPONDE

segunda-feira, 27 de junho de 2016

BREXIT, Timorenses-cidadãos Portugueses em Inglaterra

Foto @www.celsooliveiratimor.blogspot.com
No dia 23 de Junho de 2016, a Grã-Bretanha (GB) expressou a sua vontade em deixar a União Europeia (UE), com 51,9% de contagem de votos SAIR contra 48,1% para FICAR.

Borish Johnson, político, membro do parlamento Inglês líder da campanha "Inglaterra fora da União Europeia venceu contra a campanha de David Cameron para permanecer por uma diferença mínima de 3,8% dos votos. A campanha Borish Johnson afirma que o Reino Unido se tornará mais forte ao sair da União Europeia,  "for 40 years of membership Britain lost control of Vital Policies and will stop sending £350 million every week to Brussels." sublinham.

Será que a Grã-Bretanha vai forçar os cidadãos da UE a sair?

Após resultados do referendo da UE mais conhecido como Brexit, muitas questões suscitam junto dos cidadãos europeus que vivem actualmente no Reino Unido. Seremos obrigados a Sair?

De acordo com especialistas, seguindo o voto SAIR da UE, a Grã-Bretanha ainda será obrigada a obedecer os tratados e leis da UE. O período de transição será em média de dois anos, embora possa ser mais longo, está previsto que a Grã-Bretanha esteja politicamente divorciada da UE no final do mês de Junho de 2018, até lá, não haverá grandes alterações, e nenhum cidadão da UE será convidado a deixar o país.

Primeiro-ministro britânico David Cameron a demitir-se

David Cameron anunciou sua intenção de renunciar o cargo de Primeiro-ministro em Outubro de 2016"Britain have chosen a different path of mine" - diz o primeiro-ministro, afirmando também que "This is a ship I can no longer command". Candidatos prováveis ​​para a PM de substituição incluem Boris Johnson, Theresa May, e Michael Gove.

Os Nacionais Portugueses

Timor-Leste é uma ex-colónia de Portugal, portanto os timorenses tem Nacionalidade Portuguesa. Sendo Portugal membro da comunidade europeia  transito livre entre os Estados membros da UE ainda estão garantidos antes da GB sair definitivamente da UE.

Entre a grande comunidade de cidadãos europeus que vivem no Reino Unido, há também um número significativo de timorenses cidadãos portugueses, que migraram para Inglaterra desde que o país conquistou a independência da Indonésia em 2002.

A maior parte aceita trabalho em qualquer ramo superficial pois a diferença de remuneração entre o que esta em oferta em Timor-Leste é significativa. Em Timor, o numero de desemprego é elevado e a remuneração bastante pobre para a mão de obra que lhes é exigida.

Em Inglaterra, embora sintam em deixar suas famílias, eles se consideram com sorte por ter neste momento um salário mínimo de £200/semana, mesmo com condições de vida compartilhados e gastos cuidados para serem capazes de economizar mais de £300 por mês por forma a apoiar os seus entes queridos na sua terra natal para uma variedade de necessidades, como a educação e alimentação, outros ainda conseguem a posteriori apostar nos seus estudos.

Governo timorense assegura Timorenses na Inglaterra

O Vice-Ministro dos Negócios Estrangeiros e Cooperação de Timor-Leste, Roberto Sarmento de Oliveira Soares fala com o público depois de conhecidos o resultado do Brexit. Roberto Soares apela aos timorenses que não entrem em pânico pois negociações estão em vista para redefinir as condições de vida e de trabalho no Reino Unido.

Neste momento a situação de vida em Inglaterra esta estável, não se sente ainda qualquer diferença após conhecidos os resultados do Referendo, apenas "rumores e preocupações" entre a comunidade Timorense e Portuguesa em Inglaterra. Não há motivo para pânico, é uma prioridade que todos os cidadãos Portugueses tratem do cartão de residência permanente e da dupla nacionalidade antes que o Reino Unido saia formalmente da União Europeia.

 Links Uteis de Informação:
Governo aconselha portugueses no Reino Unido a pedirem dupla nacionalidade
É emigrante no Reino Unido? O Consulado em Londres diz-lhe o que fazer
Apply for a UK residence card

DKiakilir
Estudante City of Oxford College
Jornalista Global Voices

Oxford, 27 de Junho de 2016

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.