VISAO MISAO OBJECTIVO HAKSESUK BOLA FH KKN HOME FH LPV ARTIGOS FH MUZIKA LIA MENON FH RESPONDE
 

segunda-feira, 21 de junho de 2010

Carta PM ao PM Portugal condolências pela morte militar GNR

Sua Excelência Senhor Primeiro-Ministro,

Foi com profundo pesar que tive conhecimento da morte do Sargento-Ajudante Hermenegildo Manuel Almeida Marques, chefe da equipa de inactivação de engenhos explosivos do Sub-Agrupamento Bravo da Guarda Nacional Republicana, sedeado em Timor-Leste.

O Sargento-Ajudante Marques deslocava-se para mais uma missão de serviço, uma das inúmeras que os militares da Guarda têm desempenhado ao longo do País, permitindo a recolha e posterior denotação de grandes quantidades de engenhos explosivos, acautelando, dessa forma, a segurança das populações.

A Guarda Nacional Republicana tem prestado, na última década, um contributo notável para a normalização da situação de segurança interna de Timor-Leste, devendo-se aos seus militares, pela entrega, dedicação e sacrifício à causa pública, a circunstância de os timorenses viverem hoje em paz e segurança.

Permita-me, Senhor Primeiro-Ministro, apresentar as minhas sentidas condolências por este trágico acontecimento, solicitando que estas sejam igualmente endereçadas à família do Sargento-Ajudante Hermenegildo Marques, que deu a vida ao serviço de Timor-Leste, bem como ao comando da Guarda Nacional Republicana.
Queira aceitar, Senhor Primeiro-Ministro, os protestos da minha mais elevada consideração.
Díli, 21de Junho de 2010


Kay Rala Xanana Gusmão
Primeiro-Ministro da República Democrática de Timor-Leste


Sua Excelência Senhor
Eng. José Sócrates Carvalho Pinto de Sousa
Primeiro-Ministro de Portugal, Lisboa

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.