VISAO MISAO OBJECTIVO HAKSESUK BOLA FH KKN HOME FH LPV ARTIGOS FH MUZIKA LIA MENON FH RESPONDE
Bloku Unidade Popular Associação Popular Monarquia Timorense Kmanek Haburas Unidade Nasional Timor Oan Partido Esperança da Pátria Partido Socialista de Timor Partido Desenvolvimento Popular Congresso Nacional para a Reconstrução de Timor-Leste Partido Republicano União Democrática Timorense Partido Democrata Cristão Partidu Movimento Libertasaun Povu Maubere Partidu Libertasaun Popular Partido Democratico União Nacional Democrática de Resistência Timorense Partido Unidade Desenvolvimento Democrático Partido Timorense Democratico Frenti-Mudança Partido Social Democrata Centro Ação Social Democrata Timorense Partido do Desenvolvimento Nacional Frente Revolucionaria de Timor-Leste Independente
“O povo de Timor-Leste está reconstruindo com o seu próprio suor, com o seu próprio sangue uma pátria revolucionaria democrática, uma terra livre para gente livre”.

I N T E R F E T
15 Setembro 1999
O Conselho de Segurança da ONU aprova a Resolução n° 1264,
que autoriza a criação de uma força internacional para Timor-Leste (INTERFET)
TIMOR-LESTE



Interview with Fernando Lasama de Araujo: On the road to democracy, where the streets have no name
Dezenvolvimentu Nasional presija iha Programa nebeé Programátiku
Reasun Oposisaun ba Programa VII gov
Primeiro-ministro timorense não entende críticas a programas..
Oposição exige explicações ao Gov sobre justiça e reforma adm..
Xanana Gusmão quer "ganhar experiência" como oposição..
Governo quer duplicar receitas domésticas com IVA e impostos tabaco...
Masuk Indonesia Tanpa Paspor, 2 Warga Timor Leste Diamankan Polisi
Opozisaun Rejeita, Programa VII Governu, Alkatiri: “Hau Prontu...”
Timor "satisfeito" novo acordo que regula fronteira com Austrália
Comissão confirma acordo entre Timor-Leste e Austrália

 
 
   

sexta-feira, 2 de janeiro de 2009

PR Ramos Horta deu nota positiva a AMP

Considerações do Presidente da República José Ramos-Horta

Díli, 03 de Janeiro de 2009

Balanço sobre a governação do IV Governo Constitucional em 2008

O Presidente da República de Timor-Leste congratulou-se com o sucesso da acção e medidas implementadas pelo Governo durante o ano transacto: o IV Governo da RDTL conseguiu, em apenas ano e meio, resolver os problemas relacionados com os deslocados internos (IDPs), com os peticionários e ainda, com a atribuição das pensões aos antigos combatentes da libertação nacional, aos idosos e a outros segmentos vulneráveis da população. Ramos-Horta procedeu a este balanço do desempenho do Governo em 2008, numa sessão de boas festas oferecida pelo Governo, em Farol, no dia 18 de Dezembro (2008), tal como referem os jornais diários Timor Post (20/12/2008), STL e Jornal Diário (22/12/2008).

José Ramos-Horta sublinhou que “o Governo de Xanana conseguiu resolver problemas herdados do Governo anterior, como por exemplo, a questão dos peticionários e dos deslocados internos”. Na sua opinião”em alguns países esses problemas levam anos ou mesmo décadas até serem resolvidos”. O Presidente da República José Ramos-Horta, que desempenhou anteriormente os cargos de MNEC no I Governo Constitucional e de PM no II Governo Constitucional, sustentou que “o sucesso deste IV Governo Constitucional deve-se à liderança do PM Kay Rala Xanana Gusmão. Destacou o mérito do actual PM ao ter conseguido a consolidação das duas instituições do Estado, F-FDTL e PNTL, demonstrada através da operação conjunta «Halibur» que se seguiu aos atentados de 11 de Fevereiro (2008)”.

A satisfação da população no interior do país

Perante a comitiva do IV Governo Constitucional, liderado pelo PM Kay Rala Xanana Gusmão e acompanhado pelo VPM, José Luís Guterres, e restantes membros do Governo, José Ramos-Horta, relembrou as suas incursões ao interior do país e o encontro de um Povo confiante perante as instituições do estado, um Povo que vive num clima da confiança. Em suma, foi recuperada a confiança das populações nas instituições do Estado, e vice-versa. Na perspectiva de JRH: “tal não aconteceu por acaso” e constitui “o reflexo das reformas bem-sucedidas deste IV Governo”, reafirmou.

O impacto da Politica do Governo

Decorrente dos seus encontros com a população do interior de Timor-Leste, o Presidente da República constatou, com agrado, um sentimento generalizado de bem-estar relativamente às políticas implementadas pelo Governo de onde se destacam, neste contexto, a política da agricultura e das políticas sociais.

No âmbito da estabilidade nacional, JRH realçou a importância e contributos de duas instituições do Estado, F-FDTL e PNTL, e da juventude”.

Fontes: Timor Post (20/12) e STL e Jornal Diário (22/12)

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.