VISAO MISAO OBJECTIVO SPORTIMOR FH KKN HOME FH LPV ARTIGOS FH MUZIKA LIA MENON FH RESPONDE

segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

DOM VIRGÍLIO DO CARMO DA SILVA, novo Bispo de Díli (Timor-Leste)

Dom Virgílio do Carmo da Silva 
Neste ano de 2016, a Diocese de Díli completa 75 anos da sua efetivação como circunscrição eclesiástica com a nomeação do primeiro Administrador Apostólico, na pessoa de padre Jaime Garcia Goulart, até então, superior e vigário geral das Missões de Timor.

De facto a 18 de Janeiro de 1941, a Santa Sé nomeava o padre Jaime Garcia Goulart, açoriano) Administrador Apostólico da Diocese de Díli que cobria todo o território da Colónia de Timor, com 18 000km2. A diocese tinha sido criada a 4 de setembro de 1940, com a bula Sollemnibus Conventionibus. A partir desta data, o Padre Jaime usaria o título de “Monsenhor”. Os anos de 1941,1942, 1943, foram muito difíceis para o jovem Administrador Apostólico; Timor havia de ser invadido pelas tropas estrangeiras (australianos, holandeses e japoneses). O Administrador Apostólico teve de mandar os missionários e as freiras canossianas a procurar refúgio na Austrália. Foi nesse país que o monsenhor Jaime Goulart foi consagrado (ordenado) bispo, (1.º bispo residencial da nova Diocese de Díli.

Dom Jaime Garcia Goulart entrou em Díli em 8 de Dezembro de 1945, governando a Diocese até 31 de janeiro de 1967.

No 1.º de fevereiro de 1967, tornou-se o segundo bispo residencial da Diocese de Díli, Dom José Joaquim Ribeiro (alentejano). Entretanto, em 1975, deram-se os acontecimentos do golpe da UDT, conta-golpe da Fretilin e a consequente invasão de Timor Português pelas Forças Armadas Indonésias (ABRI). Dom José Ribeiro pediu a resignação em 22 de outubro de 1977 e regressou a Portugal.

Por causa da delicada situação politica, a Santa Sé não achou por bem nomear outro bispo residencial. Feitas as diligências e consultas, a Santa Sé nomeou o padre Martinho da Costa Lopes (timorense), então vigário geral da Diocese e braço direito de Dom José, como primeiro Administrador Apostólico ad nutum Sanctae Sedis. Monsenhor Martinho Lopes governou a Diocese de Díli até maio de 1983.

Desde 12 de maio de 1983 até novembro de 2012, governou a Diocese de Díli, Mgr. Carlos Filipe Ximenes Belo, S.D.B. (ordenado bispo em 19 de junho de 1988). Depois da sua renúncia, governou a Diocese de Díli, Dom Basílio do Nascimento como Administrador Apostólico (2003-2004).

Em março de 2004, Sua Santidade o Papa João II nomeava Bispo residencial de Díli, o padre Alberto Ricardo da Silva. Dom Alberto governou a Diocese até ao dia da sua renúncia9 de fevereiro de 2015). De novo, a Santa Sé nemeia Dom Basílio do Nacimento, Bispo de Baucau, como Administrador Apostólico. Finalmente a 30 de janeiro de 2016, o Papa Francisco elege o padre salesiano, Virgílio do Carmo da Silva, S. D. B. bispo residencial da Diocese de Díli; o padre Virgílio vinha exercendo o cargo de provincial dos salesianos em Timor-Leste e na Indonésia.

Dom Virgílio do Carmo da Silva, filho de José do Carmo e de Isabel da Silva, nasceu em Venilale a 27 de Novembro de 1968. Fez o aspirantado (pré-Seminário) em Fatumaca em 1983. Entrou no Noviciado, também em Fatumaca, no ano de 1989-1999. Emitiu a primeira profissão em 31 de Maio de 1990. Silva. Fez os estudos filosóficos em Canlubang (Filipinas); cursou a Teologia em Parañaque (Filipinas). Fez a profissão perpétua em 19 de Março de 1990. Recebeu a ordenação sacerdotal em Parañaque, Filipinas, em 8 de Dezembro de 1998.

Foi, depois, colocado na casa salesiana de Venilale como ecónomo e vigário. No ano de 2005, foi enviado a Roma onde na UPS fez o curso em Teologia Espiritual. Regressando a Timor-Leste, foi nomeado mestre de Noviços e diretor da Casa de Fatumaca, cargos que exerce desde 2008 até Janeiro de 2014, ano em que assumiu o cargo de Superior Provincial.

Ao novo Bispo de Díli, os nossos sinceros Parabéns e votos ardentes de um bom governo da querida Diocese de Díli.

Dom Carlos Filipe Ximenes Belo

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.