VISAO MISAO OBJECTIVO SPORTIMOR FH KKN HOME FH LPV ARTIGOS FH MUZIKA LIA MENON FH RESPONDE
Congresso  Nacional de Recontrucão de Timor-Leste Frente Revolucionaria de Timor-Leste Independente Partido Democratico Frenti-Mudança FM Partido Socialista Timor Partido do Desenvolvimento Nacional Associação Social-Democrata Timorense União Nacional Democrática de Resistência Timorense União Democrática Timorense Partidu Republikanu Partido Libertasaun Povu 

Aileba Partido Democrática Republica de 

Timor Associação Popular Monarquia Timorense Partido Unidade Nacional Partido Milénio Democrático Klibur Oan Timor Asuwain Aliança Democrática Partido Timorense Democrático Partidu Democrática Liberal Partido do 

Desenvolvimento Popular Partido Democrata Cristão

Ohin, 7 Dezembru, Tinan 41 Liu-ba Indonesia Invade Timor-Leste (1975-2016)
7 Dez 1975 Indonesia Kamat Timor-Leste 7 Dez 1975 Indonesia Kamat Timor-Leste 7 Dez 1975 Indonesia Kamat Timor-Leste 7 Dez 1975 Indonesia Kamat Timor-Leste 7 Dez 1975 Indonesia Kamat Timor-Leste
TIMOR-LESTE
Ami nia mehi ma'ak Liberta ita nia Rain no Liberta ita nia Povo, Ita hotu nia Mehi ma'ak Ukun Rasik An!".


Memoria 7 Dezembru 1975 - Invazaun Militar Indonesia Mai Timor-Leste
Portugal disse aos EUA que não se oporia à invasão de Timor-Leste
Mengungkap Invasi Indonesia di Timor-Timur

Kopassus veterans mark 41 years since Indonesia's invasion of East Timor

Pertempuran sengit & berdarah di Dili, Kopassus Vs Tropaz

segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

A Declaração Política do Arquitecto Histórico na Confiança a Nova Liderança Lacional e da Mudança do Sistema mais Efectivo e Eficácia para Timor-Leste


A DECLARAÇÃO POLÍTICA DO ARQUITÉCTO HISTORICO NA CONFIANÇA A NOVA LIDERANÇA NACIONAL E DA MUDANÇA DO SISTEMA MAIS EFECTIVO E EFICAÇIA PARA TIMOR-LESTE
 
Por Autor: Samoro-Maliya’in

A decisão do nosso líder histórico é um grande desafio a toda nova geração dos pais. Isto significara, não temos tempo para o conflito e só temos o tempo para contribuir ao país segundo as oportunidades, as competências, as capacidades e as Leis.

Vamos apoiar a figura que já está previsto de gerir a continuação do V Governo da RDTL em 2015 a 2017 para justificar ao mundo que outros lideres também têm capacidades e merecem obter confiança de nível Nacional, Regional e Internacional para assegurar e desenvolver Timor-Leste.

O plano anterior do Chefe do Governo relativamente com as tentativas de remodelação do V Governo Constitucional via o Retiro de Dare 2013, não conseguiu entrar no efeito, onde o objetivo do mesmo era também para revitalizar a eficiência e eficácia de algumas pastas dentro do V Governo Constitucional na questão da qualidade do processo de desenvolvimento do país. A proposta de remodelação foi alterado e assim demande o Chefe do Governo mostrar a sua liderança de deixar a sua posição como Chefe do Governo em 2014-2015 para dar mais outra teste e outra oportunidade para os membros do V Governo Constitucional em desenvolver e mostrar a sua capacidade de Governação no baixo de uma figura (PJS) neutra e potente como por exemplo o atual Ministro de Estado da Presidência do Conselho de Ministro o Dr. Ágio Pereira. 

A retirada do Chefe do V Governo Constitucional, pode ser uma boa oportunidade para cumprir a promessa de liderar o Município de Manatuto, a região que cobriu desde Norte a costa Sul do território, para o melhoramento do desenvolvimento económico, que pode compartilhar o fornecimento das distribuições das riquezas as regiões da ponta Leste e Oeste, como placenta vital do pais, nos aspetos social, Cultural, económico e Politica. Esta pausa do nosso líder histórico em Manatuto, pode compartilhar também como Deputado do CNRT no Parlamento Nacional aguardando o processo Constitucional da mudança do sistema político do país após liderar IV e V Governo Constitucional.

Aqui, podemos ser honestos e sinceros de que desde 2007 a 2012 o IV Governo Constitucional foi mais activo com sucessos significantes. Estatisticamente os gastos aproximadamente mais de 1.000 milhões de Dólares entre 2002 a 2013 e para diante, existe embalanços e ameaças que demande outra nova mudança política interna que pode possibilitar o melhoramento do sistema dos poderes políticos com o fim de arrancar mais efectivo e eficácia o crescimento económico em apoiar o desenvolvimento sustentável do país para manter e desenvolver a Estabilidade, Segurança e prosperidade do povo e do país. O embalanço entre os gastos e as receitas, rompeu outra ameaça para o futuro, onde precisamos de analisar profundo sobre vantagens e desvantagens do sistema soberana entre SEMI PRESIDÊNCIAL e a PRESIDÊNCIAL, principalmente em termos dos gastos orçamentais durante os períodos de governação que já conduzimos ate hoje.

Naturalmente a retira da posição do Chefe do Governo é uma decisão corajosa, estratégica e inconfundíveis com o fim de melhorar mais efectivo e eficácia o processo de desenvolvimento económico, social e política, com a única alternativas e promessas de alto nível de conjugar-se politicamente, dentro de uma futura aliança entre a FERTILIN e CNRT para nova Governação entre 2017 a 2022.

Este futura aliança no Parlamento Nacional, pode trazer melhores desejos ao povo e ao país, com a proposta de revisar a Constituição da RDTL, a fim de alterar o sistema SEMI PRESIDÊNCIAL para sistema PRESIDÊNCIAL e alcançar a oportunidade a FRETILIN para governar sem repetir os acidentes dos passados. As complicações do sistema semi-Presidêncial durante dez anos, demande-nos pensar mais racional e realístico dentro de carruagem de competição da globalização para optar o sistema Presidencial onde temos a convicção forte de que o mesmo pode ficar mais efectivo e eficácia em termos de fiscalização das gestões orçamentais do Estado. (lembra o artigo ’’MARI KITA PELUK DAN  PERBAIKI  FRETILIN-Vamos Abracar e Melhorar Fretilin) pelo Autor SAMORO-MALIYA’IN., STL,  23 de Abril de 2012/ FORUM HAKSESUK.

Estamos convencidos? de que o Partido histórico FRETILIN já melhorou o sistema internal dentro do Partido para uma cultura mais Democrático, moderado com a visão mais global, universal e contemporâneo? Não temos dúvidas de que o sistema PRESIDÊNCIAL significara a FRETILIN merecido de Governar mais longe na viagem da nação e utilizar a oportunidade de mostrar ao mundo de que Fretilin pode abraçar o mundo dentro da carruagem de globalização sem fronteiras. O novo fenómeno politico e de reconciliação e do apoio total do partido oposição ao V Governo Constitucional entre 2012 a 2014, deixou a todos nos de que a demissão tentativa do nosso grande líder e arquitecto no seu cargo como Chefe do Governo é mais uma vitória da libertação do pais e do povo timorenses.

Talves, a realidade mostrou de que com a formação mais de 50 membros do Governo, existe desafios enormes, onde estes desafios enormes são originados de algumas figuras que na realidade não está pronta de assegurar a gestão da mesma pasta para o bem comum, incluindo não intendeu bem o pensamento, o conceito do mesmo Arquitécto da libertação do pais e do povo. Podemos dizer também de que, não foi o nosso grande líder é que pediu a sua demissão! A declaração política sobre o mesmo, foi feita na hora certa, quando havera falhanços do Retiro de remodelação em Dare 2013, onde no seio da plena de Dare, quase não existe espirito corajoso de reconhecer os fracassos para aceitar a remodelação para o bem do pais e do povo.

As nossas incapacidades, as nossas incompetências os nossos falhanços demande-nos pensar mais para diante para uma mudança normal em assegurar bem e salvaguardar o país no rumo de desenvolvimento sustentável, balanço e saudável na região da Asia e do Pacifico. Podemos pensar de que as rejeições de remodelação é uma ameaça enorme a figura do arquitécto nacional na rute da derrotacão no futuro Eleição Geral de 2017. Assim, a demissão também é outra opção para melhorar a segurança e estabilidade dentro dum novo sistema, com a camuflagem da FRETILIN democrático, moderado, universal e contemporâneo dentro da aldeia global, na curva de cinturão da Asia e na esquina do Pacifico.

Estes desafios enormes, não merecem de levar os nossos líderes históricos para derrotar no campo da Democracia em 2017 para diante. A retira da posição como Chefe do Governo é apenas uma mudança normal e estratégica que não vai causar turbulências no nível nacional, porque o nosso povo são mestres da Democracia, dos Direitos Humanos, são tolerantes, são universalismos, perdoadores, espertos e inteligentes, críticos e dinâmicos, são educados e corajosos como outros países no mundo.

A prontidão do nosso líder Xanana e Mari Alkatiri, para contribuir no rumo de investimento económico no futuro, é uma exemplar de nacionalismo e patriotismo que pode equilibrar a estabilidade e segurança do país perante os interesses globais, com a maneira de apoiar o Estado e o Governo na sua viagem de desenvolvimento para o bem comum. A saúde actual dos nossos grandes líderes do pais, não obstaculizar para colocar novamente dentro da nova sistema Presidencial entre 2017 a 2022. Isto significara balancear os sistemas políticos dos nossos vizinhos principalmente a Indonésia e Austrália como futuro de Timor-Leste. Por outra parte, os nossos líderes merecem de aspirar o ar livre e deitar o corpo e alma num sonho do silêncio das montanhas e nos valleis do Bei Lafaek, para sonhar e materializar os seus apoios aos novos líderes do país que eram de nova geração. Isto também significara outra grande VITORIA do processo da gestão e promoção das lideranças do nosso país em Timor-Leste.

Hoje e para futuro, precisamos de pensar mais brilhante e estratégico dentro do nosso plano, precisamos de balancear com os nossos vizinhos na região em termos de Honrar e reconhecer os nossos Heróis da libertação do país e do povo. Desejamos para que o nosso Governo e Estado considerem uma Resolução do Conselho Ministro em promover mais Títulos de Honra aos nossos certos líderes máximos do país. Não foi por causa de uma ambição nosso, mais foi por causa de uma razão histórica, profundo e educativo a nova geração e a comunidade internacional, de que reconhecemos os Falecidos Saudosos; Comandante Hermenegildo Alves, Guido Soares, Vicente Reis, Carvarino, , Mauhudo, Daytula, Nino Konis Santana e outros incluindo o nosso ex-Comandante sobrevivente o Sr. Mauhuno Bulerek Karatayano, para Honrar com o Titulo General de Honra (Jenderal Kehormatan) da RDTL.

Podemos considerar também para o bem da história do nosso pais e da nova geração, o nosso Comandante Saudoso Nicolau Lobato e o actual líder histórico Kay Rala Xanana Gusmão, merece obter o título Marechal de Honra (Marsekal Kehormatan) do povo e do país.

E para assegurar a estabilidade e segurança para a continuação do desenvolvimento, podemos considerar os nossos lideres actuais; Kay Rala Xanana Gusmão, Mari Bim Amude Alkatiri, Lu’Olo para obter o Titulo membro Permanente do Parlamento Nacional (Anggota Kehormatan Parlemen).

Juntos com os nossos líderes e os nossos povos Aswa'in, vamos desenvolver Timor-Leste para abraçar o mundo com Bênção de Deus Omnipotente! Amen.

Um forte abraços de SAMORO-MALIYA'IN,
vive em Manatuto.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.