VISAO MISAO OBJECTIVO HAKSESUK BOLA FH KKN HOME FH LPV ARTIGOS FH MUZIKA LIA MENON FH RESPONDE
Bloku Unidade Popular Associação Popular Monarquia Timorense Kmanek Haburas Unidade Nasional Timor Oan Partido Esperança da Pátria Partido Socialista de Timor Partido Desenvolvimento Popular Congresso Nacional para a Reconstrução de Timor-Leste Partido Republicano União Democrática Timorense Partido Democrata Cristão Partidu Movimento Libertasaun Povu Maubere Partidu Libertasaun Popular Partido Democratico União Nacional Democrática de Resistência Timorense Partido Unidade Desenvolvimento Democrático Partido Timorense Democratico Frenti-Mudança Partido Social Democrata Centro Ação Social Democrata Timorense Partido do Desenvolvimento Nacional Frente Revolucionaria de Timor-Leste Independente
NICOLAU LOBATO
“O povo de Timor-Leste está reconstruindo com o seu próprio suor, com o seu próprio sangue uma pátria revolucionaria democrática, uma terra livre para gente livre”.

Espelho da Realidade
A Esperança Nunca Morre
TIMOR-LESTE



Interview with Fernando Lasama de Araujo: On the road to democracy, where the streets have no name
POVU NIA LIAN
Bazeia Polemika Iha Publiku, Deputadu sira Kansela Leilaun Prado
Estraga Karreta 12, MUTL Husu PNTL Investiga
Membru PNTL Asalta UNTL
Lejislatura Da-haat Mak Sei Ezekuta Kareta Prado

 
 
   

terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

JÁ É TEMPO DE ENTREGAR O SISTEMA JUDICIAL AOS TIMORENSES

Dionísio Babo

Díli, 03 de Fevereiro 2009

O vice-presidente do Conselho Superior Magistratura (CSM), Dionísio Babo declarou ao Jornal Nacional Diário na sua edição de hoje (JND, 03/02/2009), “já é tempo de entregar o Sistema Judicial para os Timorenses, porque Timor é um país independente”. Continuo Babo, “os juízes internacionais apenas desempenhar a função de prestar assistência aos juízes nacionais, e chegará determinado tempo já não precisamos os juízes internacionais”.

Acrescenta ainda Dionísio Babo, ” Nós não queremos ser como os países como Papua New Guine e os países do pacifico, e não pretendemos acontecer em Timor-Leste, porque a nossa independência não foi uma dadiva mas foi uma conquista de um povo, por isso sistema judicial já é tempo entregar aos Timorenses” afirmou o Vice Presidente do Conselho Superior Magistratura ao Jornalista do JND esta segunda feira (02/02).

Esta declaração, relaciona com não prolongamento do contrato do Juiz Internacionais Ivo Rosa por parte do CSM. O CSM na sua deliberação no dia 13 de Novembro de 2008, não prolongou o contrato de trabalho do Juiz Ivo Rosa e declarou o fim de vínculo laboral.

No dia 26 de Janeiro, a deliberação do Tribunal de Recursos (TR), assinado pelo Juiz Luís Bóia, no seu despacho “negou o recursos apresentado pelo Juiz Ivo Rosa e deu razão ao CSM (STL, 29/01)”. Fontes: JND (03/02/2009) e STL (29/01/2009)!

FH Dili

Sem comentários:

Enviar um comentário

Nota: só um membro deste blogue pode publicar um comentário.